«

»

Fev 22 2019

Agentes eleitorais ganham ferramentas para a realização de eleições inclusivas

Nos dias 15 e 20 do mês de fevereiro de 2019, a Humanité & Inclusion (HI), em parceria com a Federação das Associações de Defesa e Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Guiné-Bissau (FADPD-GB) e o Grupo das Organizações da Sociedade Civil para as Eleições (GOSCE) levou a cabo ações de formação no domínio da inclusão, da acessibilidade e das boas práticas em processos eleitorais inclusivos.

Estas formações estavam destinadas a técnicos da Comissão Nacional de Eleições (CNE) e presidentes das Comissões Regionais de Eleições (CRE), a elementos do GTAPE, aos presidentes das mesas de voto dos círculos eleitorais do Sector Autónomo de Bissau, e aos elementos da segurança pública e aconteceram no quadro do projeto “Participação Cívica e Política para Todos” com o objetivo de contribuir para que as noções de boas práticas para uma melhor acessibilidade às mesas de votos sejam conhecidas pelos serviços e órgãos eleitorais.

No dia 13 de fevereiro de 2019, quarta-feira, a Humanité & Inclusion, junto com os seus parceiros FADPD e GOSCE lançou ao público o projeto de eleições inclusivas “Participação Cívica e Política para Todos” que promoveu estas formações e pretende dar uma resposta às dificuldades enfrentadas por pessoas vulneráveis e marginalizadas (sobretudo as pessoas com deficiência) no processo democrático em construção, com o financiamento da União Europeia. Esta iniciativa visa contribuir para que os direitos civis e políticos de todos os cidadãos guineenses sejam respeitados, através da participação plena e efetiva das pessoas mais marginalizadas no Setor Autónomo de Bissau, nas eleições legislativas de 2019.

No quadro deste projeto, para além dos ateliers de formação a atores do processo eleitoral, está previsto o aumento da acessibilidade nos postos de votação dentro do SAB, a divulgação de material informativo e de sensibilização sobre as temáticas da inclusão e integração de pessoas marginalizadas e vulneráveis no sistema eleitoral e a elaboração de um guia de boas práticas para eleições inclusivas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>